Buscar

Você não deveria ter plástico no seu sangue

Alguns anos atrás, quando os microplásticos começaram a aparecer nas entranhas de peixes e mariscos, a preocupação se concentrou na segurança dos frutos do mar e nos seres humanos que os consumia. Em 2017, cientistas da Bélgica anunciaram que os amantes de frutos do mar poderiam estar consumindo até 11 mil partículas de plástico por ano comendo mexilhões, um prato muito famoso no país.

Àquela altura, porém, os cientistas já compreendiam que os plásticos se quebram continuamente no meio ambiente, fragmentando-se com o tempo em tamanhos ainda menores do que um fio de cabelo humano – partículas tão pequenas que facilmente se espalham pelo ar. Uma equipe da Universidade de Plymouth, no Reino Unido, decidiu comparar a ameaça de comer mexilhões contaminados com o fato de respirar em uma casa normal. A conclusão: as pessoas podem ingerir mais plástico no seu organismo inalando ou ingerindo pequenas e invisíveis substâncias plásticas flutuando no do que comendo os mexilhões.


No primeiro semestre deste ano, cientistas da Holanda e do Reino Unido anunciaram que encontraram pequenas partículas de plástico em humanos vivos, em dois lugares onde não haviam sido vistas antes: enraizados em pulmões de pacientes de cirurgia e no sangue de doadores anônimos. Dick Vethaak, professor emérito de ecotoxicologia da Universidade Livre de Amsterdã, na Holanda, e coautor do estudo que analisou o sangue de doadores ressalta – “sim, devemos nos preocupar. Plásticos não devem estar no seu sangue".


Os plásticos estão em todos os lugares, na sua cozinha, nos seus potes onde guarda alimentos e os aquece no microondas, nos seus cosméticos, nos seus chás… Precisamos ficar muito atentos ao que consumimos. Os danos são inúmeros como poluição do meio ambiente, dos oceanos, aos animais e aos seres humanos.


Plástico no seu chá


Pesquisadores da Universidade McGill, no Canadá, utilizaram microscópios eletrônicos para analisar o conteúdo presente na água e nos saquinhos de chá. Os acadêmicos descobriram que cada sachê de chá liberava, sozinho, cerca de 11,6 bilhões de partículas de microplástico e 3,1 bilhões de nanopartículas de plástico na água que os indivíduos utilizavam para tomar chá. Embora a maioria dos sachês tenha a indicação de ser feita de seda, grande parte é constituída de plásticos químicos como nylon e tereftalato de polietileno (PET) - sendo que este último é o mesmo composto químico utilizado nas garrafas de água.


Por isso aqui na Eco Beauty nossos chás são direto das folhas e usamos difusores para o seu consumo. Muito mais saudável e protege o meio ambiente.



Plástico nos seus cosméticos


Com a distração provocada pelas inúmeras opções de produtos disponíveis, nós consumidores não conseguimos dedicar tempo suficiente para considerar o impacto ambiental daquilo que estamos comprando.


Microplásticos são adicionados intencionalmente a todo tipo de produto, fácil de encontrar em esfoliantes mas não só eles. Entre os produtos que contêm polímeros plásticos estão desodorantes, xampus, condicionadores, sabonetes líquidos, batons, tinturas de cabelo, cremes de barbear, protetores solares, repelentes, cremes antirrugas, hidratantes, sprays para o cabelo, máscaras faciais, produtos para cuidados de bebês, sombras para os olhos, rímel e outros. Em alguns casos, esses produtos são feitos com mais de 90% de plástico. Pasmem!


Por isso tomamos muito cuidado com cada produto em nosso site. Nosso esfoliante por exemplo, no lugar de microplástico temos casca de nozes.


Microplásticos presentes em produtos de higiene pessoal facilmente descem pelo ralo. Por serem tão pequenos, passam pela filtragem de águas residuais e chegam assim aos rios e mares. Como não são biodegradáveis, quando chegam ao mar podem ser comidos por peixes, anfíbios, insetos, larvas e animais marinhos, além de virar partículas menores que vão para o ar.


Alternativas sustentáveis ​​e amigáveis ​​ao meio ambiente e nossa saúde estão disponíveis em nosso site e, ao exigir produtos e materiais sem plástico, o setor será obrigado a responder. Tenha consciência dos ingredientes plásticos no seu banheiro. Comprometa-se a parar de usar produtos que contenham microplásticos e exija mudanças das marcas de beleza que os usam excessivamente.





Fonte: https://www.nationalgeographicbrasil.com/meio-ambiente/2022/04/microplasticos-estao-em-nossos-corpos-quanto-eles-nos-prejudicam

https://www.unep.org/pt-br/noticias-e-reportagens/story/o-que-ha-no-seu-banheiro-os-plasticos-escondidos-em-seus-produtos-de

https://exame.com/ciencia/saches-de-cha-podem-liberar-bilhoes-de-microplasticos-diz-pesquisa/